Design de Experiência – Os Melhores Espaços

Interface

Conversamos com o arquiteto brasileiro Olivo Gomes que esteve à cargo recentemente do projeto de renovação do escritório da Millward Brown em São Paulo. Ele nos conta um pouco sobre o design de experiência e o projeto que trabalharam.

1- Quais são as principais razões dos seus clientes para reformar seu espaço de trabalho?
A principal razão dos nossos clientes para reformar o espaço de trabalho é o aumento ou diminuição da área ocupada do escritório e/ou do número de funcionários. Este sempre é o motivo por onde se inicia todo o processo, salvo raríssimas exceções onde o cliente precisa, apenas, adequar o ambiente de trabalho à nova maneira que a empresa está trabalhando ou novo conceito, normalmente para atender a evolução do mercado e de novas tecnologias, sendo então necessária a reforma do ambiente de trabalho.
Fato relevante é que o fator que mais desencadeia a mudança é o aumento ou diminuição, e mesmo nestes casos ocorre a adequação do ambiente a nova maneira de trabalho da empresa.

2- Em quais áreas do espaço de trabalho você pode integrar um design mais de experiência?
Falando sobre nossos clientes, na Millward Brown, desenvolvemos em quase todo o escritório, porém na maioria dos clientes não temos tanta liberdade e as áreas nas quais podemos gerar estas sensações se limitam à recepção, nas cafeterias e lounges, e em alguns casos nas salas de reunião, circulações pela empresa e nos espaços colaborativos

3- Qual o impacto/apoio do carpete modular em um design de experiência?
O carpete modular se tornou nos últimos anos um aliado importante para criar estas sensações, pois evoluiu de maneira criativa e diferenciada para dar fundo às atmosferas criada em cada ambiente. Ele saiu do tradicional elemento de revestimento de piso para ser parte integrante do conceito do espaço, mudando inclusive a sensação que se tem em cada um deles. É um dos principais elementos para conceituar um espaço e, muitas vezes depende de sua escolha, a sensação que o ambiente irá transmitir.

4- No caso da Millward Brown, quais foram as principais soluções de design que você trabalhou no espaço?
Como podem ver, nós trabalhamos no design do espaço como um todo, desde o carpete, que é um fundo para todo o desenho desenvolvido, até o forro, que tem um design pensado especificamente para este projeto, sendo que em cada local ele tem uma característica diferente.
É interessante destacar neste projeto a diversidade de ambientes criados, temos as áreas de trabalho open space, salas de executivos, áreas de convivência e trabalhos distribuídas ao longo do escritório, bancadas altas de trabalho e reunião, cafeteria, lounge, café, salas de reunião e cabines, ou seja praticamente o escritório inteiro.

[picasa width=”550″ height=”450″ bgcolor=”#000000″ autoplay=”1″ showcaption=”1″ user=”contact@interfaceflorblog.com” album=”es_DesignDeExperienciaOsMelhoresEspacos02″]

Posted in Category Culture & Play, Designer Spotlight | Leave a comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *