Entrevista à Kari Pei, Designer de Produto Global da Interface

Kari_Pei_2_blogRecentemente demos as boas-vindas à Kari Pei – líder de design reconhecida na indústria têxtil – como a nova Designer de Produto Global da Interface. Ela trabalhará em estreita colaboração com a nossa equipe interna de design e desenvolvimento de produto, bem como com o líder em sustentabilidade David Oakey Designs.

Kari está igualmente em casa, no estúdio de design e na fábrica. O seu extenso currículo inclui trabalhos com casas de moda mundialmente reconhecidas, fabricantes e marcas de hoteleria, como Starwood Hotels, MGM Resorts International, Knoll, Wolf Gordon, Maharam e Jhane Barnes.

A sua paixão pela sustentabilidade juntamente com sua experiência em design e insight fez com que ela fosse a escolha perfeita para esta nova função. Apesar de que apenas se estabeleceu conosco, ela amavelmente respondeu algumas perguntas para que você possa conhecê-la melhor. Nós não podemos esperar para ver o seu trabalho ganhar vida no piso!

1. Onde você encontra a sua inspiração?
Atualmente, o foco da Interface na sustentabilidade social é a gênese da minha inspiração. O programa Net-Works realmente trouxe a gravidade para a nossa ideia de sustentabilidade social. Mas, ao pensar sobre a sustentabilidade social, ideias sobre comunalidade entre as pessoas começam a vir à mente. Estou impressionada com a simplicidade e a universalidade de têxteis de todo o mundo e de uma grande extensão de idades. A marca e padronização do século 10 na Coréia ao século 19 na América Central têm uma linguagem comum. Portanto, as pessoas parecem muito mais semelhantes do que diferentes. De certa forma, é uma espécie de sustentabilidade social que criamos usando um diálogo comum através da arte. Incorporando a sugestão de “arte” em design dá uma referência a essa linguagem comum, que eu acho muito inspirador.

2. Como o piso define o tom para a concepção de um espaço?
O piso estabelece a hierarquia do espaço. Ele pode sugerir designação de área e delineamento. Ele pode suavizar, endurecer, calmar ou ativar um espaço pela mudança de cor, escala, textura e padrão. O piso informa o uso de um espaço; por exemplo, para uma área de escritórios, orientação espacial ou socialização.

3. Quais são suas três tendências favoritas que você está vendo agora?
Efeitos de pintura, efeitos variados de texturas e padrões inspirados pela biofilia.

4. Qual é o seu lugar favorito?
Na minha vida, é na rede de nossa casa de família em Katonah, NY, balançando gentilmente ao ouvir a cacofonia de som feito pelo sussurro do vento através das folhas. No mundo, é em qualquer lugar que eu aprenda sobre cultura.

5. Qual é o seu “deve ter” de ferramenta de design?
Lápiz e Papel ou Photoshop

6. Que tendências você está vendo na indústria de hospitalidade?
A tendência que eu vejo em hospitalidade é a “singularidade”. Cada hotel quer que cada um de seus projetos sejam considerados como “únicos” em seu lugar no mundo. Que cada um tenha a oferecer algo que seja individualista para aquele determinado hotel portanto, seja memorável e as pessoas voltem a fim de experimentá-lo novamente.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Podemos identificar produtos “saudáveis”?

22 Abril, 2015

O que está de moda nos edifícios ecológicos agora? Não, não é o aquecimento global, apesar do crescente alarme sobre eventos climáticos extremos. O que está de moda é a saúde. Especificamente qualquer coisa relacionada com os potenciais impactos na saúde de produtos de construção. O surgimento do WELL Building Standard (Edifício Padrão de Bem…