A arte do grafite no desenho de piso

Em todo o mundo existem artistas, desenhadores e outros criadores que deixam a sua marca através do uso de cores. Conheça David Louf, um artista holandês que conseguiu levar o mundo do grafite ao desenho de piso.

Quem é David Louf?

David Louf (também conhecido como Mr. June) começou a fazer grafites em 1985 aos 14 anos. Agora, 30 anos depois, dirige o seu próprio estúdio de desenho gráfico com Yves van Asten e ainda está fascinado pela transição entre 2D e 3D.

interface_alfombra_modular_diseno_de_pisos

Através dos anos trabalharam para diversas empresas, incluindo Adidas, Heineken, Sanoma e a produtora musical Universal. Os murais de David podem ser encontrados em lugares como Londres, Nova York, Miami e Ibiza.

O impacto do 3D

O trabalho de Mr. June combina linhas fluidas com ritmo geométrico. O uso dos carpetes cria um impressionante efeito 3D; combinadas com os elementos corretos de desenho criam um ambiente único.

interface_alfombras_modulares_graffiti

A Interface em colaboração com Mr. June

A equipe da Interface teve a sorte de colaborar com David Louf para a Dutch Design Week Eindhoven 2016, onde Louf substitui a arte do grafite no desenho de piso com o carpete e criou um padrão fascinante de formas e cores, encaixando com a tendência “Geometria modular” que faz referência ao estilo de Memphis desde os anos 70.

Para criar o efeito ideal, muitas placas de carpete foram cortadas em pedaços pequenos e colocadas para criar uma aparência fora deste mundo. Os produtos foram instalados em Broeinest, um espaço de coworking em Eindhoven.

Mediante a colocação do carpete além da entrada do espaço, este desenho atraiu o interesse de muitos pedestres, como mostra o seguinte vídeo:

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Voltando ao Ponto de Partida

21 julho, 2016

De alterações climáticas e impasses no Congresso à agitação global e engarrafamento, é fácil dizer o que está errado com o mundo. A parte difícil é olhar diretamente para o que é negativo e transformá-lo em algo positivo. Mas aqueles que assumem os desafios de mudar desvantagens para vantagens são frequentemente recompensados com um efeito…

De Peças a Arte

23 Maio, 2016

Como designers, nos encontramos em uma idade do “Long-Near”, como é chamada pelo Future Laboratory de Londres, em que aqueles que desejam fazer a diferença, lideram não só pelo pensamento, mas também pela ação. Eles não consideram apenas o nosso próprio tempo de vida, mas o impacto e o legado que deixamos muito tempo depois…